Make your own free website on Tripod.com
Efeito Doppler

                Uma fonte estacionária de som ou luz emite uma série de ondas esféricas. O efeito doppler é bem comum quando se fala de sons. Um exemplo disso segue abaixo:
        O motorista toca a buzina, dentro do carro ele ouve um som firme a um tom fixo, do lado de fora, ouvimos uma alteração desse som, porque para nós o som elide das altas freqüências para as baixas.
Quando um carro está andando a 200 quilômetros por hora, ele está a um quinto da velocidade do som ( o som é uma sucesão de ondas no ar: uma alta e uma baixa). Se este carro estiver se afastando as ondas se alongam e do nosso ponto de vista, movendo-se para para um tom mais baixo e produzindo um som característico. E se ele estiver se aproximando, as ondas ficarão comprimidas, a freqüência aumentará e ouviremos um tom baixo. Com a luz acontece a mesma coisa:  ela também é uma onda  e atravessa perfeitamente o vácuo. suponhamos que o carro estivesse emitindo pela frente e por trás  um raio de luz amarela pura.  A medida que ele seaproximar , a freqüência diminuirá nas mesma proporção.  Se ele estiver em velocidade muito alta, conseguiremos ver a cor mudando com a freqüência mais alta: para o azul à medida que se aproximar  e para o vermelho à medida que que se afastar.
                Isso é a chave para a Cosmologia.
                Um objeto que se aproxima em alta velocidade, terá suas linhas espectrais desviadas para o azul, quando se afastar, para o vermelho. Não importando a cor do objeto. O desvio para o vermelho significa que cada linha espectral aparece em comprimento mais longo do que quando está em repouso.  isso faz com que consigamos saber a que distâncias e a que velocidades estão os planetas e as galáxias mais distantes.
                A luz de uma galáxia é a soma da luz emitida pelos bilhO~es de estrelas que a formam.  A medida que a luz é produzida, certas freqüências de cores são absorvidas pelos átomos nas camadas  mais exteriores das estrelas. As linhas resultantes nos permitem  saber que estrelas, a milhões de anos-luz contêm os mesmo elementos químicos do nosso sol e das estrelas próximas.
                Baseado nisso, descobriu-se que o espectro de todas as galáxias estão deviados para o vermelho e que quanto mais distante ela está, maior é esse devio. Ou seja, as galáxias estão se afastando e quanto mais longe, maior a velocidade. O Efeito Doppler foi também muito importante pra a descoberta do Big-Bang.
 

Fonte: Cosmos - Carl Sagan.