Make your own free website on Tripod.com
 Radiação do Big-Bang

                Após a grande explosão do início, o Big-Bang, a temperatura era alta e a matéria se resumia a uma sopa de prótons, nêutron e elétrons. Essa massa ionizada se misturava com radiação. Com a expansão do universo, baixou a temperatura e a radiação e a matéria se separaram. Nessa época, a radiação era homogênea e a temperatura não variava.
                As flutuações levaram a um aumento na densidade, aglomerando matéria e formando as galáxias. Essas variações tem formas de fractais.
                Hoje, a temperatura no universo é de 3 graus Kelvin ou 270 graus Celsius negativos, mas ocorrem variações de  0,00001  graus Kelvin.
                Essas variações são definidas por fotos que mostram essa radiação em 2 cores. Quando essas fractais forem azuladas, significa que as variações são para menos. Se forem avermelhadas significa que são para mais.
 

Fonte: Revista Super Interessante