Make your own free website on Tripod.com

O Iluminismo

            Por volta do séc. XVIII, ocorreu uma verdadeira revolução intelectual na história do pensamento. Ocorreu que os escritores franceses passaram a dar uma grande importância à razão, a rejeitar as tradições e buscar uma explicação racional para as coisas. Eles passaram a atacar violentamente a injustiça, a intolerância religiosa e os privilégios.
            O iluminismo foi uma porta para a Revolução Francesa, pois trouxe à tona os grandes problemas do Antigo Regime. Estes escritores e filósofos foram chamadas de iluinistas.

Filosofia Iluminada

A filosofia iluminista apresenta interesse pelo estudo da natureza e da sociedade. O uso da razão é considerado indispensável à compreensão dos fenômenos naturais e sociais. At;é a crença deveria ser racionalizada. Acreditavam que Deus está presente na natureza e faz parte da natureza e se encontra no coração do próprio homem que pode descobri-lo através da razão, levando uma vida repelta de virtudes. Para os iluministas, a igreja tornava-se uma instituição dispensável.
Diziam que assim como existem leis que regulam os fenômenos da natureza, também existem leis que regulam os fenômenos sociais. Assim, todos os homens seriam bons e iguais perante a natureza e que se tornariam diferentes por causa da sociedade. Era a sociedade que provocava essa desigualdade.
Acreditavam que, para corrigir essa desigualdade, era preciso modificar a sociedade dando a todos liberdade de expressão e culto, proteção contra escravidão, a injustiça, a opressão e as guerras.
Na França, passou-se a discutir princípios tidos como indiscutíveis até o séc. XVIII. Esses princípios podem ser resumidos em : privilégios das ordens sociais, intolerância religiosa, monopólios e o absolutismo de direito divino. Essas características formavam o Antigo Regime. Vauban propunha justiça fiscal e igualdade tributária, Fénelon reclamava as leis que regulassem